O que torna a quarta revolução industrial tão diferente das anteriores é a convergência e a interação entre múltiplas tendências tecnológicas ao mesmo tempo. Neste artigo, listo as dez principais tendências que estão impulsionando essa nova fase – das quais acredito que irão impactar para sempre a forma como fazemos negócios e vivemos.

1 – Computação onipresente
Hoje em dia, computadores estão ao nosso redor: em nossos bolsos, pulsos, carros e, até mesmo, em nossos eletrodomésticos. À medida que o poder de processamento aumentou e o tamanho dos microchips de computador diminuiu, rapidamente nos acostumamos com dispositivos ficando menores, mais leves, mais baratos, mais poderosos e mais onipresentes. Como exemplo, o smartphone médio hoje é mais poderoso do que os supercomputadores de 10 anos atrás. Olhando para o futuro, provavelmente o próximo grande salto no poder da computação virá de máquinas quânticas – tão rápidas e poderosas, que poderiam ser usadas para completar novas tarefas antes impossíveis.

2 – Tudo conectado e inteligente
Sem dúvida você está familiarizado com a Internet das Coisas (IoT) de dispositivos como smart TVs, smartwatches e termostatos inteligentes. A IoT refere-se ao crescente número de dispositivos e objetos inteligentes e conectados capazes de coletar e transmitir dados. No futuro, qualquer coisa que possa ser conectada, será. Não apenas em termos de produtos – embora isso seja obviamente uma consideração fundamental para as empresas – mas também nos espaços em que vivemos e trabalhamos. De fábricas e escritórios inteligentes e conectados a cidades inteligentes inteiras, os espaços ao nosso redor estarão cada vez mais equipados com a capacidade de monitorar o que está acontecendo e agir de acordo.

3 – A “dataficação” do nosso mundo
A computação onipresente e a IoT são ambos grandes contribuintes para o grande volume de dados que está sendo gerado diariamente. Mas, ao lado desses dados gerados por máquinas, nós humanos também estamos criando massas de dados através de nossas atividades diárias, e isso não mostra sinais de desaceleração. A boa notícia é que as empresas podem usar esses dados para projetar melhores produtos e serviços, melhorar os processos de negócios, melhorar a tomada de decisões e até mesmo criar novas fontes de receita.

4 – Inteligência artificial (IA)
Todos esses dados que estão sendo gerados soam como um facilitador central para a IA, que deu saltos incríveis nos últimos anos, especialmente quando se trata de “IA conversacional”. Só em 2020, os alto-falantes inteligentes responderam 100 bilhões de comandos de voz – 75% a mais do que em 2019 – tudo graças à IA. O ponto principal para as empresas é que, à medida que nossas interações com máquinas se tornam cada vez mais inteligentes, os clientes esperam que todos os tipos de produtos e serviços apresentem algum tipo de capacidade de IA.

5 – Realidade Estendida (XR)
XR é um termo guarda-chuva que representa o espectro de tecnologias imersivas: realidade virtual, realidade aumentada e realidade mista. O XR era conhecido principalmente por jogos imersivos, mas hoje em dia, é implantado em uma ampla gama de indústrias, onde está sendo usado para criar experiências mais imersivas e personalizadas para clientes e funcionários. Por exemplo, os clientes agora podem experimentar produtos virtualmente – como colocar digitalmente um novo sofá em sua sala de estar para ver como ele parece – e os funcionários podem aprender de maneiras imersivas e interessantes. No futuro, acredito que nossa experiência do mundo acontecerá cada vez mais neste espaço turva entre o mundo real e o digital, e o XR só vai acelerar essa mudança.

6 – Confiança digital
A confiança digital é essencialmente aquela que os usuários depositam nas organizações para construir um mundo digital seguro, onde transações e interações podem ocorrer com segurança e facilidade. Muitos – inclusive eu – acreditam que a tecnologia blockchain desempenhará um papel central na elevação da confiança digital e na conscientização das interações. Dito isto, a tecnologia tem algum caminho a percorrer antes de ser realmente acessível para todos os tipos de organizações.

7 – Impressão 3D
Hoje em dia, os materiais utilizados para impressão 3D podem ser praticamente qualquer coisa: plástico, metal, pó, concreto, líquido, até mesmo chocolate. Casas inteiras podem ser impressas em 3D. Isso tem o potencial de transformar a fabricação. Em suma, a impressão 3D dá aos fabricantes a capacidade de fazer coisas que não podem ser facilmente produzidas com métodos tradicionais, para agilizar o processo de fabricação e criar produtos altamente personalizados.

8 – Edição de genes e biologia sintética
A edição de genes pode ter vantagens particulares quando genes “ruins” são detectados – aqueles que podem colocar em risco a saúde de um organismo ou seus descendentes. Graças à nova tecnologia de edição de genes, essas características nocivas podem, em teoria, ser alteradas. Dessa forma, a edição de genes poderia dar alguns saltos drásticos na luta contra a doença – em humanos, animais e culturas do agronegócio.

9 – Nanotecnologia e ciência dos materiais
A ciência dos materiais, que estuda a manipulação de materiais, e a nanotecnologia já nos deram alguns avanços incríveis, desde pequenos chips de computador, displays de smartphones e baterias de íons de lítio, até tecidos resistentes a manchas. Olhando para o futuro, essa tendência poderia proporcionar grandes avanços nas baterias de carros elétricos, tornar a energia solar mais acessível e entregar outros avanços que farão do mundo um lugar melhor.

10 – Novas soluções energéticas
A fusão nuclear é frequentemente apontada como a solução de energia limpa e potencialmente inesgotável para o futuro, mas há um problema – manter uma reação de fusão requer mais energia do que produz! Mas agora, graças aos avanços na tecnologia de ímãs, podemos ver um reator de fusão nuclear entregar uma saída líquida de energia até 2035. Outra solução de energia de carbono zero emocionante é o hidrogênio verde, com ele, a água é dividida do hidrogênio sem criar nenhum subproduto, através de um processo de eletrólise.

Fonte:: https://forbes.com.br/forbes-tech/2022/01/10-tendencias-tecnologicas-que-transformarao-o-mundo/