A desenvolvedora de projetos de energia eólica Casa dos Ventos está em busca de empresas interessadas em comprar tanto fatias na produção quanto participações acionárias em um complexo de usinas eólicas que a companhia construirá no Rio Grande do Norte, com uma capacidade de até 450 megawatts, disse à Reuters um executivo do grupo.
As tratativas, já em andamento, visam replicar um negócio anunciado recentemente junto à Vale, no qual a mineradora brasileira fechou com a Casa dos Ventos a aquisição por longo prazo da energia a ser gerada pelo parque eólico Folha Larga Sul, na Bahia, e ainda ficou com uma opção de compra futura até da totalidade do empreendimento.

“A gente trouxe essa solução primeiro com a Vale, na Bahia, e agora pensamos em replicar no Rio Grande do Norte com um novo projeto… Mas nossa ideia é [no próximo projeto] continuar também como operador, ser um sócio-operador, e continuar no longo prazo operando as usinas”, explicou o diretor de Novos Negócios da Casa dos Ventos Lucas Araripe.

Nesse modelo, a desenvolvedora fica responsável pelo investimento financeiro nos parques e pela implementação dos projetos, enquanto o sócio tem a vantagem de comprar energia renovável a preços bastante competitivos e sem correr os riscos envolvidos na construção de uma usina.

Fonte:https://forbes.uol.com.br/last/2019/01/casa-dos-ventos-quer-vender-energia-e-fatias-em-eolicas/