Conta de luz deve ficar 5,6% mais cara em 2024.
Uma projeção da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) indica que a conta de luz dos brasileiros deve ter um aumento médio de 5,6% em 2024.

A informação foi dada antecipadamente pelo diretor-geral da Aneel, Sandoval Feitosa. Segundo ele, no ano passado, foi estimada uma alta de 6,8%, enquanto o aumento registrado foi de 5,9%.
A projeção para os reajustes médios deste ano supera tanto as estimativas de mercado para o IGP-M (4,04%) quanto para o IPCA (3,86%), segundo o último boletim Focus, divulgado semanalmente pelo Banco Central.
Três fatores influenciam o aumento da conta de luz:

– a energia contratada no mercado cativo – nome usado quando a pessoa não pode escolher de quem receber a energia, e é “obrigada” a comprar da distribuidora local;
– a expansão da rede de transmissão;
– a conta de subsídios, que tem crescido nos últimos anos.
A Aneel reajusta anualmente as tarifas de energia cobradas pelas distribuidoras, na data de “aniversário” de concessão.

Os reajustes levam em consideração fatores como o custo da geração e transmissão de energia, além de encargos setoriais. Também são considerados os custos próprios da operação da distribuidora e a inflação no período.

A sua energia é o nosso negócio.