A 26ª Conferência das Nações Unidas sobre as Mudanças Climáticas (COP26) tem fim previsto oficialmente para esta sexta-feira (12), quando é esperado um texto que abranja quais foram os acordos consensualmente atingidos pelos países participantes.

No entanto, a expectativa de especialistas ouvidos pela CNN é que haja um alongamento dos debates para aparar as últimas arestas de temas ainda em debate, como o fundo de países desenvolvidos para ajudar nações em desenvolvimento a reduzir emissões, além da apresentação das linhas gerais de um mercado de carbono global.

CNN também procurou, para comentários sobre a conclusão da COP26, a cúpula do governo federal que chefia as negociações do Brasil em Glasgow, mas não recebeu retorno até o fechamento desta reportagem.

No calendário da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre a Mudança do Clima (UNFCCC), para hoje estão agendados apenas a plenária final da cúpula e debates paralelos entre membros da sociedade civil que compareceram à conferência. Segundo pessoas presentes na COP de Glasgow, na Escócia, o clima dos corredores já é de despedida.

Por outro lado, diversas reuniões “a portas fechadas” acontecem entre os negociadores dos grupos existentes na conferência – que debatem separadamente para, depois, enviarem seus textos para a mesa diretora da COP26.

Neste momento, os representantes dos países apontam possíveis inconsistências, expressões e termos que podem desagradar os respectivos interesses nacionais e quais são suas exigências para que se atinja o almejado consenso. Segundo as regras da COP, é preciso que todos os países concordem com a versão final.

“Esse é um momento decisivo. Alguns grupos de trabalho temáticos já foram concluídos e submeteram seus textos para o secretariado, e outros ainda não”, explica Márcio Astrini, diretor-executivo do Observatório do Clima que acompanha o momento final da COP.

“Existe a produção de um ‘draft [rascunho] final’, com todos os assuntos e o que os países concordam em colocar ali como um entendimento. Ainda assim, há países que vão discordar do que foi posto. Eles colocam as opções levantadas no texto entre colchetes”, diz.

“Os textos mostram o que é discutido, negociado e o que pode ou não ficar de entendimento, enquanto a quantidade de colchetes que eles têm demonstra o quanto o assunto está perto ou não de ser finalizado”, pontua.

Carlos Rittl, especialista sênior em política ambiental da Rainforest Foundation da Noruega, acredita que a COP26 seja alongada pela madrugada ou até a manhã de sábado. Essa não seria a primeira vez que isso acontece, recorda ele, e essa situação era esperada para uma reunião que foi o primeiro encontro presencial das nações sobre decisões climáticas depois de quase dois anos de pandemia de Covid-19.

“Acho muito difícil que a COP termine nesta sexta. Algumas COPs se estenderam na noite e madrugada de sexta para sábado, mas, como os assuntos são grandes e com repercussão por muito tempo, essa COP pode se estender por mais um dia”, disse Rittl.

Fonte:https://www.cnnbrasil.com.br/internacional/cop26-entra-em-dia-final-com-expectativa-de-prorrogacao-para-ultimas-negociacoes/