EUA lançam projeto de canal solar para economizar água e gerar energia.
A Comunidade Indígena do Rio Gila assinou recentemente um acordo inovador com o Corpo de Engenheiros do Exército dos EUA para instalar painéis solares sobre um trecho do canal de irrigação em suas terras ao sul de Phoenix, Arizona.

Este será o primeiro projeto desse tipo nos Estados Unidos, conforme anunciado em um comunicado de imprensa. A primeira fase do projeto, prevista para ser concluída em 2025, cobrirá 300 metros do canal e gerará um megawatt de eletricidade, que será utilizado pela tribo para irrigar plantações como ração para gado, algodão e grãos.

A ideia é simples: instalar painéis solares sobre canais em regiões ensolaradas e com escassez de água para reduzir a evaporação e produzir eletricidade renovável. Um estudo da Universidade da Califórnia, Merced, estimou que cobrir os 6.400 quilômetros de canais da Califórnia poderia economizar 63 bilhões de galões de água anualmente. Mais de 100 grupos de defesa do clima apoiam essa iniciativa.

Os pesquisadores acreditam que a instalação de grandes quantidades de painéis solares sobre os canais também poderia gerar uma quantidade significativa de eletricidade. Globalmente, essa não é uma ideia nova. A empresa de engenharia indiana Sun Edison inaugurou o primeiro canal coberto por painéis solares em 2012, no estado de Gujarat. Embora houvesse planos ambiciosos para cobrir 19.000 quilômetros de canais, apenas alguns projetos menores foram realizados, e a empresa acabou pedindo falência.
A primeira fase do projeto do canal solar custará US$ 6,7 milhões, com o Bureau of Reclamation fornecendo US$ 517.000 para o projeto.

A sua energia é o nosso negócio.