Conforme esperado, a Foxconn apresentou nesta segunda (18) seus três primeiros veículos elétricos. A estratégia de mobilidade elétrica da gigante de Taiwan traz dois veículos de passageiros, o Model C e o Model E, além do Model T, um micro-ônibus, e chama a atenção pela ‘inspiração’ na Tesla (ou na Ford) pelo padrão da nomenclatura.

Para dar conta do desafio, a Foxconn, que também é a maior parceira da Apple como fabricante do iPhone, irá colocar seus carros elétricos no mercado por meio da recém-criada empresa Foxtron, sócia da também taiwanesa Yulon Motor

Se preparando para o início da produção desses novos modelos, a Foxconn comprou recentemente uma antiga fábrica da Lordstown Motors nos Estados Unidos, onde planeja montar carros elétricos. A empresa também adquiriu uma fábrica de chips em Taiwan.

Falando dos modelos, o primeiro é o Model C, um SUV elétrico compacto responsável por inaugurar a plataforma aberta MIH, apresentada há alguns meses pela empresa, e que chegará ao mercado em 2023.

Medindo 4,46 metros de comprimento e com 2,86 metros de distância entre-eixos, o SUV elétrico poderá acelerar de 0 a 100 km/h em 3,8 segundos na versão mais potente. A autonomia prometida é de 700 km com uma carga pelo ciclo NEDC, número que deve ficar pouco acima de 600 km de alcance pelo ciclo europeu WLTP.

Enquanto isso, o sedã elétrico Model E foi projetado em parceria com a italiana Pininfarina e se destaca pelo visual atraente e ampla lista de itens tecnológicos de vanguarda. Entre os destaques podemos citar condução autônoma, banco traseiro que funciona como um escritório móvel e abertura da porta por reconhecimento facial.

Não foram revelados todos os detalhes técnicos, mas o Model E terá potência de até 750 cv, o suficiente para acelerar de 0 a 100 km/h em 2,8 segundos e autonomia de 750 km (NEDC). Sua produção será realizada inicialmente na Ásia e destinada ao mercado global.

Fonte:https://insideevs.uol.com.br/news/541466/foxconn-apple-apresenta-carros-eletricos/