A Pernod Ricard, o segundo maior produtor de álcool do mundo, anunciou um plano ambicioso de mudar para 100% de energia renovável até 2025.

Este movimento fará a transição de todas as bebidas espirituosas e marcas de vinho do grupo, incluindo Chivas Regal, Havana Club, Jameson, Martell Cognac, Jacob’s Creek, Mumm, Perrier-Jouët e outras, para operar com energia exclusivamente renovável em locais e escritórios de produção.

“Também nos comprometemos a reduzir as emissões absolutas de carbono dos locais de produção em 30% até 2030, validado pela iniciativa das Nações Unidas com base em ciência, para estar alinhado com o cenário abaixo de 2 ° C”, diz Vanessa Wright, vice-presidente de grupo da sustentabilidade e responsabilidade.

“Essas metas se baseiam no progresso feito entre 2010 e 2019 para reduzir nossas emissões de carbono por unidade produzida em instalações de produção em 34%, atingindo nossa meta de 2020”, continua Wright.

A iniciativa das metas científicas das Nações Unidas pede às empresas que estabeleçam metas de emissões de carbono consistentes com o objetivo do Acordo de Paris de limitar o aquecimento global médio. A Pernod Ricard tem como objetivo atender ao cenário bem abaixo de 2 ° C do SBTi, que exige que a empresa reduza as emissões de carbono dos locais de produção em 30% até 2030.

Embora esse novo compromisso seja um grande passo à frente, a Pernod Ricard já está avançando para integrar práticas sustentáveis em todos os níveis de produção, do grão ao vidro.

Apenas alguns meses atrás, a Pernod Ricard ingressou na RE100, um grupo de empresas influentes comprometidas com 100% de eletricidade renovável. “Ao se comprometer a mudar para energia renovável, [Pernod Ricard] está demonstrando a crescente demanda por energia limpa”, explica Sam Kimmins, chefe da RE100. “Aplaudimos seu ambicioso compromisso de mudar para 100% de eletricidade renovável até 2025 e instamos outras empresas a seguirem sua liderança.”

Fonte:https://www.forbes.com/sites/katedingwall/2020/01/21/pernod-ricard-will-pivot-to-100-renewable-energy-by-2025/#132b73625c08