Armazenamento de dados digitais é criticado pelo grande consumo de energia. Segundo a empresa, aporte e um ‘passo importante para alcançar meta de descarbonização’.

A gigante americana Google vai investir 1 bilhão de euros (R$ 6,1 bilhões) na Alemanha em infraestruturas de computação em nuvem para armazenar dados e na energia renovável necessária para alimentar esses serviços.

“Na Alemanha (…), até 2030, os investimentos em infraestrutura digital e energia limpa chegarão a 1 bilhão de euros”, anunciou o grupo em comunicado nesta terça-feira (31).

O grupo investirá na Alemanha em infraestruturas de energias renováveis “solar e eólica” para alimentar 80% da sua exploração.

“É um passo importante para alcançar nossa meta de descarbonização até 2030“, disse.

Para isso, fará parceria com a subsidiária alemã do grupo francês Engie, que entregará um total de “140 megawatts” de energia verde.

O armazenamento de dados digitais usando essas nuvens é altamente criticado, especialmente porque consome grande quantidade de energia. O governo alemão saudou a decisão do Google, um “sinal forte” de acordo com o ministro da Economia, Peter Altmaier.

A gigante quer expandir seu centro de nuvem localizado em Hanau, na região de Frankfurt (oeste), que já possui 10.000 m2. O Google também quer criar uma nova unidade de armazenamento de dados em Brandenburg, a região ao redor de Berlim.

Por enquanto, a gigante digital possui quatro fábricas na Alemanha (Berlim, Frankfurt, Hamburgo e Munique) e emprega 2.500 pessoas.

Fonte:https://g1.globo.com/economia/tecnologia/noticia/2021/08/31/google-investira-1-bilhao-de-euros-na-computacao-em-nuvem-e-em-energias-renovaveis-na-alemanha.ghtml