O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, e o primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, deram um passo importante nos compromissos de transição para um mundo com energia limpa nesta terça-feira (2/11), durante a Conferência do Clima da ONU (COP26), em Glasgow.

Os dois países lançaram o projeto ‘Green Grids – One Sun One World One Grid’, que visa criar uma rede de transporte e fornecimento de energia solar para todas as regiões do globo. A ideia é acelerar o desenvolvimento e implantação de redes elétricas interconectadas e melhorar o acesso à energia em países mais pobres.

Em declaração durante o evento, Boris Johnson, afirmou: “O Reino Unido está trabalhando lado a lado com a Índia para transformar o futuro do setor de energia e garantir que eletricidade limpa e confiável esteja acessível em todos os lugares até o final desta década”.

A iniciativa contou com o apoio de mais de 80 países e foi uma das principais no evento de inovação e tecnologias limpas, reforçando um plano conjunto entre países e empresas no combate às mudanças climáticasNo lançamento, os dois primeiros-ministros citaram a ‘Declaração de um sol’, fazendo alusão a uma visão compartilhada de aproveitamento de todo o potencial deste tipo de energia.

Narendra Modi destacou que o mundo precisa se mover para um futuro verde e essas redes transnacionais interconectadas serão soluções cruciais.

A transição para a energia limpa é uma das exigências para cumprir as metas do Acordo de Paris e limitar o aquecimento global a menos de 1,5 °C. Segundo a Agência Internacional de Energia, é preciso uma triplicação do investimento na expansão e modernização da rede, de US $ 260 bilhões para US $ 800 bilhões por ano até 2030.

Fonte:https://umsoplaneta.globo.com/energia/noticia/2021/11/02/cop26-india-e-reino-unido-lancam-rede-global-de-fornecimento-de-energia-solar.ghtml