A Baywa, uma incorporadora alemã de energia renovável, começou a construir o que será o maior parque solar flutuante fora da China. A fazenda solar Bomhofsplas, de 27 megawatts, deve incluir 73 mil painéis solares em um lago de areia em Zwolle, nos Países Baixos, informou a empresa em comunicado. Para lugares como o norte da Europa, onde a terra é escassa, a tecnologia flutuante pode abrir novas áreas para o desenvolvimento de energia renovável. A Baywa instalou cerca de 30% da usina solar em duas semanas, seu tempo de instalação mais rápido para esse projeto. A empresa disse que as unidades flutuantes são mais fáceis de instalar do que projetos semelhantes em terra.

Fonte:https://economia.uol.com.br/noticias/bloomberg/2020/02/11/paises-baixos-terao-maior-usina-solar-flutuante-da-europa.htm