Mesmo com a chegada prevista para o ano que vem, as entregas dos primeiros carros elétricos movidos a energia solar devem estar pelo menos dois anos atrasadas em relação ao cronograma original

A startup holandesa por trás do primeiro carro elétrico movido a energia solar e totalmente independente da rede elétrica do mundo gerou um investimento significativo este ano. As entregas do protótipo Lightyear One estão marcadas para chegar na indústria automotiva no próximo verão.

A seguradora holandesa Cooperação DELA e o colecionador de arte Joop van Caldenborgh garantiram que a startup holandesa responsável pelo carro elétrico a energia solar Lightyear One arrecadasse mais de US $ 110 milhões em investimentos este ano.

Para reservar um Lightyear One, os clientes interessados terão que pagar uma taxa de € 150.000, descrita como “entrada” no site da empresa, sugerindo que o preço final de compra será ainda mais alto. A startup havia planejado a entrega do seu protótipo aos clientes no ano passado, no entanto, a fabricação foi atrasada e o início das entregas está marcado para o próximo verão.

A Lightyear também gerou investimentos com sucesso, oferecendo aos acionistas a oportunidade de reservar um dos veículos, que possui um teto com painel solar e sistemas de última geração.

Uma revolução na indústria automotiva

O CEO da Lightyear afirma que o seu carro elétrico movido a energia solar possui um diferencial chave quando comparado a outros veículos elétricos do mercado atual.

“Acho que é fundamental para a transição energética não estarmos limitados pelo que as grandes empresas são capazes de instalar ao longo dos anos nas estradas, mas que seja também uma revolução do povo. Nós nos livramos de toda a infraestrutura e nos afastamos de outros planos do governo. Podemos abraçar a energia solar sozinhos e inventar nosso próprio modelo elétrico”, Destaca o CEO.

Fabricante afirma que carro elétrico movido a energia solar consome 3x menos que qualquer outro veículo elétrico do mercado

No site da fabricante do Lightyear onde  afirma que o protótipo “consumirá apenas 83 Wh/km – duas a três vezes menos energia do que qualquer outro veículo elétrico do mercado” e acrescenta que a empresa pretende fabricar 946 carros, a serem entregues na União Europeia, na Noruega e Suíça.

O telhado de 5m² do Lightyear One consiste em um painel solar com cobertura de vidro e curva dupla com rastreadores de ponto de potência máxima.   A Lightyear também está planejando a produção em massa de um segundo veículo elétrico solar e disse que pretende entrar “em produção com este novo modelo de mercado de massa em 2024”, para o qual está buscando mais investidores.

“Graças à confiança e ao financiamento recebidos de nossos investidores, podemos crescer ainda mais como empresa e trazer nosso modelo exclusivo Lightyear One [para] o mercado em 2022”, disse Lex Hoefsloot, CEO e cofundador da empresa Lightyear.

Fonte:https://clickpetroleoegas.com.br/primeiro-carro-eletrico-movido-a-energia-solar-do-mundo-recebe-investimentos-de-us-110-milhoes-e-pode-chegar-mais-cedo-na-industria-automotiva/