Carros elétricos estão longe da realidade da grande maioria dos brasileiros, mas quem mora na capital paulista ou está de passagem pela cidade poderá saber como é a experiência de dirigir um veículo do tipo: a Beepbeep é uma startup de compartilhamento de carros elétricos que deve iniciar as suas operações em São Paulo a partir de hoje (30/07).

O funcionamento lembra os serviços de compartilhamento de bicicletas e patinetes. É necessário baixar o aplicativo da Beepbeep (disponível para Android e iOS) e fazer cadastro por ali mesmo (com envio de selfie, CNH e número de cartão de crédito).

Depois que a sua conta for liberada, você pode usar o aplicativo para localizar um carro e reservá-lo. Você tem até 30 minutos para chegar até ele. Não é necessário ter chave para abrí-lo e ligá-lo: basta estar próximo do veículo e manter pressionado o botão de desbloqueio no app.
Cada locação tem custo inicial de R$ 4,90 e preço de R$ 0,60 por minuto. Mas esse valor cai para os planos de horas:

a partir de 6 horas: R$ 4,90 + R$ 0,40 por minuto
a partir de 12 horas: R$ 4,90 + R$ 0,30 por minuto
a partir de 24 horas: R$ 4,90 + R$ 0,20 por minuto
a partir de 48 horas: R$ 4,90 + R$ 0,18 por minuto
Os carros só podem ser retirados e devolvidos nas estações da Beepbeep. Nesta fase inicial, elas estão localizadas em pontos das regiões oeste e sul de São Paulo. Esses locais incluem unidades dos supermercados St. Marche, estacionamentos da rede Netpark, o shopping Market Place (primeiro subsolo) e o hotel Tívoli Mofarrej São Paulo.
Não há restrição de rodagem, mas o usuário deve procurar um posto de recarga da própria Beepbeep ou conveniado para recarga da bateria do veículo caso a quilometragem almejava ultrapasse a autonomia disponível. Não há taxa de recarga, mas haverá cobrança extra proporcional à distância percorrida se o carro tiver que ser coletado pela empresa (por falta de carga, por exemplo).
Carros elétricos da Beepbeep
Por ora, a Beepbeep está trabalhando apenas com carros Renault Zoe. Trata-se de um modelo hatch que começou a ser vendido no Brasil em 2018 por cerca de R$ 150 mil (a linha existe no país desde 2013, mas só no ano passado passou a ser disponibilizada para consumidores finais).

O veículo vai de 0 a 50 km/h em 4 segundos e a bateria tem autonomia para pelo menos 300 km, em parte, graças à tecnologia de recarga regenerativa, que converte a energia cinética da frenagem em carga para a bateria.

Fonte:https://tecnoblog.net/300642/beepbeep-compartilhamento-carros-eletricos/