A plataforma Top 100 Open Startups divulgou a lista das cinco maiores corporações em energias renováveis que se relacionam com startups: Engie, Raízen, Neoenergia, Solví e CTG.

Na categoria “energias renováveis”, o ranking identificou 32 corporações que praticam open innovation com startups no Brasil, uma tendência crescente entre as empresas em busca de novas soluções para seus problemas, bem como para fomentar a criatividade de seus colaboradores. Juntas, essas companhias geraram 420 relacionamentos, que se converteram em 52 milhões de reais em negócios em 2020, ante 13 milhões de reais em 2019.

A Engie, maior empresa privada de energia do Brasil, afirma que busca avançar em iniciativas para promover a cadeia de inovação. “A inovação está na estratégia da Engie e é peça fundamental para acelerar a transição para um mundo neutro em carbono. Promovemos inovação por meio de programas internos, entre nossas unidades e times no Brasil e globalmente, e externamente, por meio de parcerias com startups, universidades e outros agentes do ecossistema”, declara Mauricio Bähr, CEO da Engie Brasil.

A companhia apoia a cadeia de inovação por meio de chamadas públicas de projetos, em segmentos como fontes renováveis, eficiência energética e soluções para cidades inteligentes. Um outro foco de fomento a startups visa ajudar na otimização de processos, reforçando ainda mais a governança da companhia.

A inovação aberta tem sido um assunto cada vez mais debatido e aplicado por organizações em seus novos planos de negócios, atingindo empresas de mais setores e de porte menor, segundo especialistas.

Fonte:https://exame.com/bussola/top-100-open-startups-elenca-5-maiores-em-energia-renovavel/