A atual geração do Toyota Prius está prestes a ser aposentada e substituída por uma nova que tem sob o capô um motor a combustão, mas que queime hidrogênio. Uma reportagem da Forbes publicada em agosto revelou que a intenção da marca é adotar a novidade já em dezembro de 2022, mas a história evoluiu e a mudança, a princípio, não será tão radical assim.

A montadora japonesa confirmou que a 5ª geração do Prius deve mesmo ser apresentada no fim do ano que vem. No entanto, ela seguirá a fórmula de sucesso que atualmente está no carro, ou seja, apresentará uma versão remodelada e mais tecnológica do motor híbrido flex (a combustão associado a um elétrico). O diferencial dessa primeira fase da evolução será mais focada no design do Prius.

A presença de um motor a combustão movido a hidrogênio, no entanto, não está tão distante. Uma reportagem do site japonês Best Car lembrou que, recentemente, o próprio presidente da montadora, Akio Toyoda, apareceu na TV ao volante de um Prius construído nos mesmos moldes que estarão presentes no Corolla Sport.

A novidade em relação à matéria publicada pela Forbes no fim de agosto é justamente sobre quando o Toyota Prius movido a hidrogênio será disponibilizado ao público e, enfim, ganhará as ruas. De acordo com o Best Car, a previsão é para 2025.

A ideia da Toyota, segundo a imprensa local, é que o motor de combustão a hidrogênio no Prius PHEV seja adotado quando for possível andar “de mãos dadas” com a infraestrutura necessária para o reabastecimento desse tipo de carro. Esse, aliás, até hoje é apontado como um dos principais fatores que impedem os carros elétricos de emplacarem definitivamente em alguns mercados, sobretudo o Brasil.

Fonte:https://canaltech.com.br/carros/toyota-prius-movido-a-hidrogenio-chegando-em-2022-calma-que-nao-e-bem-assim-196836/