Não é uma característica da empresa sueca entrar em confronto, portanto, a marca sueca de propriedade chinesa pretende ser uma participante dominante no espaço de veículos elétricos. A Volvo afirmou que seu objetivo é gerar 50% das vendas globais de carros totalmente elétricos até 2025, e vinculou esse esforço ao objetivo altruísta de alcançar uma redução de 50% nas emissões de carbono do tubo de escape por carro entre 2018 e 2025.

Sem dúvida, a Volvo e seus executivos são sinceros em seu desejo de proteger o planeta, mas, ao mesmo tempo seu objetivo significa que eles pretendem ser um grande concorrente no mercado de veículos elétricos. A questão é: o líder reconhecido em segurança de veículos pode acelerar seu portfólio de veículos elétricos após a Tesla e outras marcas que já estão estabelecidas no mercado de veículos elétricos?

No ano passado, a Volvo Cars estabeleceu o sexto recorde consecutivo de vendas globais, quebrando a marca de 700.000 carros vendidos pela primeira vez em seus 93 anos de história. A empresa registrou vendas de 705.452 carros em 2019, um aumento de 9,8% em relação a 2018, superando solidamente o mercado geral em todas as regiões. Fazendo algumas contas simples, a Volvo sugeriu que venderá 350.000 veículos elétricos ou mais em 2025. Em outras palavras, a Volvo pretende alcançar o nível atual de vendas de veículos elétricos da Tesla Motors desde o início em apenas cinco anos.

Fonte: https://www.forbes.com/sites/jacknerad2/2020/01/22/volvo-set-to-challenge-tesla-for-electric-car-supremacy/#2a9e9b284011